30/07/2007

Flores




Olhei até, ficar cansado de ver os meus olhos no espelho
Chorei por ter despedaçado, as flores que estão no canteiro
Os punhos e os pulsos cortados
E o resto do meu corpo inteiro
Há flores cobrindo o telhado
Embaixo do meu travesseiro
Há flores por todos os lados
Há flores em tudo o que eu vejo
A dor vai curar essas lástimas
O soro tem gosto de lágrimas
As flores tem cheiro de morte
A dor vai fechar esses cortes
FLORES
FLORES
As flores de plástico não morrem


Adoro Flores e principalmente lilás que é uma das minhas cores favoritas

4 comentários:

Daniel Motta disse...

Nunca tinha prestado atenção nesta letra. É muito bonita.
Beijos

Dani disse...

Oi Sil, vim retribuir a visita no meu blog... claro que lembro de vc na feira. Acredita que eu não consegui encontrar com a Flavinha lá? rs... E vc, conseguiu enviar as encomendas da Su?
Acabou que nem nos esbarramos de novo né?

Ah! Adorei seu blog, as são mensagens lindas!

Beijocas,
Dani

Samantha disse...

Oi Sil!!!
Tudo bem?
Obrigada por visitar o meu blog! Amei os seus trabalhos, o é aquele vasos de flores com bebê?? Muito fofo!!!
Estou te add lah no meu blog ok?
Visite- me sempre q quiser e eu tbm vou passar sempre aki no seu p/ ver o q vc anda fazendo!!

um bj
Sam
;-)

Monica Colocci disse...

Oi Silmara, seu blog tá lindo. Adorei! Ah! O vasinho que você fez inspirado no meu ficou uma graça.
Bjs


Ps. já te linkei.